MARIA ISABEL GONÇALVES DE SOUZA NOGUEIRA DA SILVA

Título da pesquisa
Algumas implicações da doutrina hilemórfica para o conhecimento de si na 'Suma de Teologia' de Tomás de Aquino
Resumo da pesquisa

A questão do conhecimento de si da alma recebe tratamento inovador por Tomás de Aquino. Se outros pensadores ignoram qualquer influência do princípio material, isto é, o corpo, para o conhecimento da alma, Tomás apoia-se sobre a união substancial de corpo e alma para construir sua doutrina sobre o tema, afirmando no texto de maturidade da Suma de Teologia, Primeira Parte, questão 87, artigo 1, que a alma no estado da vida presente se conhece não por sua essência, mas por seu ato, e necessita das espécies para atualizar-se e tornar-se inteligível para si. Neste trabalho, analisamos algumas das implicações da doutrina hilemórfica para a proposta do conhecimento de si para Tomás.

Curso
Mestrado
Orientador
Prof. Dr. José Carlos Estêvão
Fomento
CAPES