ANDRÉ RODRIGUES FERREIRA PEREZ

Título da pesquisa
A polissemia do transcendental: investigação sobre o desenvolvimento da filosofia teórica de Kant à luz do Dogmatismo alemão
Resumo da pesquisa

O objetivo da pesquisa é investigar a proveniência e o desenvolvimento do conceito "transcendental" na filosofia teórica kantiana. Nossa hipótese é que, à diferença da novidade da crítica, o transcendental é concebido por Kant como um problema antigo, caracterizando o uso kantiano como uma torção, e não exatamente uma demolição da tradição. Neste sentido, a própria concepção de uma Filosofia Transcendental, na gramática da nova língua kantiana, estaria imersa em uma vivaz disputa com a tradição. Pretendemos defender a tese de que o uso do transcendental por parte de Kant é polissêmico, o que se deve precisamente a comportar tanto a acepção cosmológica, a dos fundamentos da física (do wollfianismo), como a ontológica, a dos primeiros predicados do ente (de Baumgarten).

Curso
Doutorado
Orientador
Prof. Dr. Maurício Cardoso Keinert
Fomento
Fapesp