DARIO CINTRA DE NEGREIROS RIBEIRO

Curso
Doutorado
Orientador
Marilena de Souza Chaui
Fomento
CNPq
Título da pesquisa
À sombra da Formação: escravidão e vida ideológica nacional
Resumo da pesquisa

Esta Tese tomou um equívoco como seu ponto de partida: a exclusão, em determinada tradição do pensamento brasileiro, da participação dos escravizados na formação da vida ideológica nacional. Após reconstituir o caminho bibliográfico que produziu esta exclusão – passando por textos de Caio Prado Jr., Maria S. de C. Franco e Roberto Schwarz –, concluímos que, por considerar os escravizados alheios à formação da vida ideológica nacional, esta tradição permaneceu cega a uma dimensão fundamental das dinâmicas próprias às relações de opressão e resistência no Brasil. Contrapondo a esta tradição as obras da nova historiografia brasileira da escravidão, procuramos propor uma nova forma de compreensão do processo de formação e do modo de funcionamento ideológico do autoritarismo social brasileiro.