Programa de Iniciação Científica

Versão para impressão

Objetivos e descrição

A Iniciação Científica é uma atividade de graduação cuja principal característica é o trabalho orientado por um professor, tendo em vista especificamente a elaboração de uma monografia como instrumento de aprendizagem dos procedimentos de pesquisa. Como nas demais situações de orientação, o vínculo entre o orientador e o orientando é pessoal e pode ser estabelecido por iniciativa de ambos, inclusive com solicitação de bolsa às Agências de Fomento com o aval do orientador.

O Programa de Iniciação Científica do Depto. de Filosofia, por sua vez, tem como objetivo facilitar o acesso dos estudantes à orientação. A cota de bolsas de IC que o Depto. de Filosofia recebe do Programa de Institucional de Bolsas de IC (PIBIC), patrocinado pelo CNPq, não é rateada entre os professores, mas apresentada integralmente aos estudantes num processo de seleção público. Participam da Banca de Seleção, além do Coordenador de Iniciação Científica e do Tutor do PET, professores representantes das quatro grandes áreas do Depto.: História da Filosofia, Ética e Filosofia Política, Estética e Lógica e Filosofia das Ciências.

Deste modo, deixa de ser necessário que os estudantes procurem individualmente os professores, ampliando o leque de opções, uma vez que, no momento do Curso em que se inscrevem para Iniciação, dificilmente os estudantes conhecem a totalidade dos professores. Tampouco é preciso que se apresentem com um projeto já estruturado, bastando uma indicação de área de interesse.

Cabe à Banca estabelecer o contato entre o estudante e o professor, respeitando tanto a demanda do estudante quanto a disponibilidade do professor. Assim como a ampla publicidade dada ao Processo de Seleção aumenta muito o interesse dos estudantes pela Iniciação Científica, o caráter coletivo da seleção tem permitido que a totalidade dos professores do Departamento assumam orientandos na Graduação. Além disso, o Programa nucleia os estudantes orientados em atividades conjuntas.

O PET, por outro lado, é um Programa de Tutoria: envolve o acompanhamento global e personalizado das atividades escolares e da formação intelectual, em sentido amplo, de um grupo de estudantes. Ambos os Programas devem refletir-se num melhor aproveitamento das disciplinas em geral, auxiliando inclusive na elevação do nível de trabalho discente em sala de aula.

‹ voltar

Atividades discentes

Além da elaboração de uma monografia e/ou de um projeto de mestrado, durante pelo menos quatro semestres de sua participação, os estudantes integram seminários organizados pelo PIC ou pelo PET e/ou, a critério do tutor ou do orientador, devem participar de seminários especializados mantidos pelo Departamento (Filosofia da Ciência, Lógica, Espinosa, Patrística e Medieval, Filosofia Alemã etc.) e das atividades extraordinárias pertinentes, como assistir conferências, participar de colóquios etc. Ainda a critério do orientador, os estudantes devem dedicar-se ao estudo de línguas estrangeiras.

‹ voltar

Cronograma de elaboração da monografia de Iniciação Científica

I semestre de Iniciação Científica

  1. elaboração de um primeiro projeto de trabalho, sob a direção de um tutor indicado pelo Programa.
  2. apresentação de projeto em forma de comunicação no Seminário de Iniciação Científica da USP (SIICUSP).
  3. solicitação de um orientador.

II semestre de Iniciação Científica

  1. elaboração do trabalho.
  2. apresentação de relatório de trabalho.
  3. apresentação de comunicação no Encontro de Pesquisa na Graduação em Filosofia.
  4. elaboração, com base no trabalho anterior, de um projeto de solicitação de bolsa à FAPESP.

III semestre de Iniciação Científica

  1. elaboração do trabalho.
  2. envio de relatório semestral à FAPESP.
  3. apresentação de comunicação no SICUSP.

IV semestre de Iniciação Científica

  1. elaboração e conclusão do trabalho.
  2. envio de relatório final à FAPESP (como as bolsas da FAPESP são renováveis, nada impede, quando for  caso, a vinculação ao Programa por mais um ano).
  3. apresentação  de comunicação no Encontro de Pesquisa na Graduação em Filosofia.

‹ voltar

Seminários

O Seminário de Iniciação Científica tem um duplo objetivo: evitar a tendência à especialização precoce – e portanto à formação de “experts ignorantes” – e permitir a nucleação inicial do grupo de bolsistas (particularmente importante num curso em que o caráter necessariamente não-seriado da graduação tende a dispersar os estudantes).

O tema geral é História da Filosofia e a programação dura quatro semestres, segundo uma linha cronológica simples: Antiga, Medieval, Moderna e Contemporânea. Podem ser especificamente organizados pelo Programa ou confundir-se com os seminários temáticos normalmente dirigidos pelos professores.
É obrigatório para os bolsistas do PIBIC, inclusive após o termino da bolsa (salvo exceções, segundo o entendimento do orientador), e optativo para os demais. Pode aceitar estudantes que já tenham passado por quatro semestres de seminários. Os estudantes do PET participam, ainda, de um seminário de estudos específico.

‹ voltar

Avaliação

A avaliação é feita através de relatórios (parciais e finais) e de apresentações públicas e publicações.  As correções de percurso ficam por conta dos tutores e orientadores, assim como a avaliação geral do trabalho nos Programas. Assessores externos participam da avaliação, seja através da presença de representantes do CNPq no SICUSP anual, seja por assessores ad hoc da FAPESP, segundo o procedimento habitual.

São motivo de desligamento a insuficiência de desempenho (a critério do tutor ou orientador), a ausência não justificada aos seminários e demais atividades programadas, assim como o não cumprimento dos prazos de apresentação de relatórios ou comunicações.

‹ voltar

Comunicações

Os estudantes com bolsa de IC devem apresentar ao menos uma comunicação por ano durante dois anos.
O Seminário de Iniciação Científica da USP (SICUSP), promovido pelo PIBIC-USP/CNPq, é de participação obrigatória para os bolsistas do PIBIC.

O tempo disponível para apresentação é de 15 minutos (o que corresponde aproximadamente a um texto de 10.000 caracteres). Tem sido programado para ocorrer no começo de outubro. Entende-se que a primeira comunicação não vai além da apresentação do projeto de trabalho. A segunda, ao contrário, deve refletir substancialmente o relatório anual.

O Encontro de Iniciação à Pesquisa em Filosofia, promovido pelo Departamento, é de participação facultativa. O tempo de exposição é mais extenso: 20 minutos. Ocorre em meados de maio. Há grande elasticidade quanto ao formato das comunicações: de projetos de iniciação a projetos de mestrado, passado por exposições pontuais ou acerca de trabalhos em andamento. As comunicações serão publicadas na revista PrimeirosEscritos.

‹ voltar

Professores orientadores

  • Estética
    • Prof. Dr. Luiz Fernando Franklin Matos
    • Prof. Dr. Marco Werle
    • Prof. Dr. Ricardo Nascimento Fabbrini
       
  • Ética e Filosofia Política
    • Prof. Dr. Alberto Ribeiro Gonçalves de Barros
    • Prof. Dr. Ricardo Terra
    • Prof. Dr. Sérgio Cardoso
    • Prof. Dra. Silvana de Souza Ramos
       
  • Filosofia Antiga
    • Prof. Dr. Evan Robert Keeling
    • Prof. Dr. Roberto Bolzani Filho
    • Prof. Dr. Marco Zingano
    • Prof. Dr. Mário Miranda Filho 
       
  • Filosofia Contemporânea
    • Prof. Dr. Alex de Campos Moura
    • Prof. Dr. Eduardo Brandão
    • Profª. Drª. Marcus Sacrini Ayres Ferraz
       
  • Filosofia Moderna
    • Prof. Dr. Homero Silveira Santiago
    • Prof. Dr. Luís César G. Oliva
    • Prof. Dr. Maurício Cardoso Keinert
    • Prof. Dr. Pedro Paulo Garrido Pimenta
    • Profª Drª Tessa de Moura Lacerda
       
  • Filosofia Patrística e Medieval
    • Prof. Dr. Carlos Eduardo de Oliveira
    • Prof. Dr. José C. Estêvão
    • Prof. Dr. Moacyr Novaes
    • Prof. Dr. Lorenzo Mammì
       
  • Lógica e Filosofia das Ciências
    • Prof. Dr. Caetano Ernesto Plastino
    • Prof. Dr. Edélcio Gonçalves de Souza
    • Prof. Dr. João Vergílio Cuter
    • Prof. Dr. Maurício de Carvalho Ramos
    • Prof. Dr. Osvaldo Frota Pessoa
    • Prof. Dr. Pablo Mariconda
    • Prof. Dr. Rodrigo Bacellar 
    • Prof. Dr. Valer Alnis Bezerra
       
  • Teoria das Ciências Humanas
    • Prof. Dr. Luiz Sérgio Repa
    • Prof. Dr. Ricardo Ribeiro Terra
    • Prof. Dr. Vladimir Pinheiro Safatle

‹ voltar