Horário de atendimento ao público da secretaria do Departamento de Filosofia no período de férias

De 18 de dezembro de 2018 a 15 de fevereiro de 2019: das 09h às 18h.


Estrutura Curricular

Versão para impressão

A ideia que preside a organização da Estrutura Curricular é basicamente a de formação, isto é, procura-se familiarizar o aluno com o modo de trabalho próprio à filosofia, a partir de diferentes métodos utilizados. Neste sentido, não se privilegia a extensão da informação e sua diversificação panorâmica, forçosamente superficial, mas se procura ilustrar, com alguns autores e temas, a maneira como deve ser lida e analisada uma obra filosófica.

Evidentemente, levando-se em conta certa estratégia de formação, procura-se fazer com que os autores e temas escolhidos possuam a relevância histórica dos assuntos fundamentais, propiciando aos alunos a abertura para a compreensão de temas e autores afins.

Com isto, se busca um equilíbrio que faça com que a predominância do caráter formador do curso se harmonize com a necessária extensão de informação fundamental, sobretudo levando-se em conta que, de alguns anos para cá, a preparação profissional do docente de Segundo Grau inclui-se de forma decisiva entre os objetivos do curso.

  1. Disciplinas Obrigatórias: O curso possui 14 disciplinas obrigatórias, das quais 2 são de 12 créditos e 12 de 6 créditos.
    Estas disciplinas dividem-se em 3 grupos:
    1. Disciplinas introdutórias:
      1. Introdução à Filosofia e Filosofia Geral. Ambas de 12 créditos, uma em cada semestre. O aluno obrigatoriamente deve cursá-las antes de todas as demais.
      2. Introdução à Filosofia I e Filosofia Geral I, ambas de 06 créditos, uma em cada semestre. O aluno as cursa no 1º ano;
         
    2. Disciplinas históricas: Histórias da Filosofia Antiga, Medieval, Moderna I e II, e Contemporânea. Algumas das quais são ordenadas por pré-requisitos como adiante será descrito.
       
    3. Disciplinas temáticas, correspondentes às áreas de Filosofia: Estética, Ética e Filosofia Política, Lógica, Teoria das Ciências Humanas e Teoria do Conhecimento e Filosofia das Ciências.
       
  2. Disciplinas Optativas: estas estão divididas em optativas departamentais e extra-departamentais. As disciplinas optativas departamentais distinguem-se, pelo estilo de trabalho realizado e pelos pré-requisitos exigidos, que o aluno pode cursar tão logo conclua as disciplinas introdutórias dos 2 primeiros semestres. Elas têm a função de complementar o estudo desenvolvido nas obrigatórias, ampliando e diversificando o quadro de temas e autores. Além disto, existe um elenco extremamente diversificado de disciplinas extra-departamentais oferecidas principalmente pelos Departamentos da FFLCH. Há também a oferta de optativas por parte dos Institutos e das demais Faculdades da Universidade.
     
  3. Pré-requisitos: As disciplinas introdutórias Introdução à Filosofia e Filosofia Geral são pré-requisitos para todas as demais, obrigatórias ou optativas departamentais, com exceção das duas obrigatórias complementares às disciplinas citadas (Introdução à Filosofia I e Filosofia Geral I). A escolha torna-se livre a partir do 3º semestre, com a seguinte restrição: História da Filosofia Moderna I é pré-requisito para História da Filosofia Moderna II. As demais disciplinas II têm como pré-requisitos as disciplinas I.  Este sistema de pré-requisitos representa o mínimo desejável para a ordenação do curso, tendo em vista a dependência dos conteúdos uns em relação aos outros. Ordenamos a seqüência cronológica apenas nos casos em que existe estrita dependência real dos conteúdos das disciplinas em relação às precedentes.

 Grade curricular do curso de Bacharelado