DARIO DE QUEIROZ GALVÃO NETO

Curso
Doutorado
Orientador
Pedro Paulo Garrido Pimenta
Fomento
Fapesp
Título da pesquisa
Vivacidade, prazer e hábito: a subjetividade em David Hume
Resumo da pesquisa

Esta pesquisa tem por objetivo investigar a constituição da subjetividade na filosofia de Hume. Defendemos que, em Hume, a constituição da subjetividade ocorre de maneira fundamentalmente pragmática: conforme as circunstâncias (contingente) e calcada sobre o par prazer e dor, como resposta a exigências impostas pela vida. Tendo isso em vista, mostraremos que a articulação entre as concepções de vivacidade, prazer e hábito nos oferece uma via privilegiada para o tratamento da questão. Como resultado, espera-se verificar que conceber a mente como efeito nos permite situar o estatuto da racionalidade em Hume.