Horário de atendimento durante o recesso escolar: de 03/01 à 16/02/2024 das 14h às 18h.

Alex de Campos Moura

Moeda de prata Tetradrachm emitida por Atenas, cerca de 480–420 AC: coruja, ramo de oliva e lua crescente com a inscrição ΑΘΕ.
Afiliação acadêmica
Professor Associado (Livre-docente)
Especialização
História da Filosofia Contemporânea
E-mail
alexmoura@usp.br

Histórico Acadêmico

  • 2015 Professor Doutor da Universidade de São Paulo
  • 2014 Pós-doutorado pela Universidade de São Paulo
  • 2011 Doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo
    Título da Tese: Entre o ser e o nada: a dissolução ontológica na filosofia de Merleau-Ponty
    Orientação: Carlos Alberto Ribeiro de Moura
  • 2006 Mestrado em Filosofia pela Universidade de São Paulo
    Título da Dissertação: Liberdade e situação em Merleau-Ponty: Uma perspectiva ontológica
    Orientação: Carlos Alberto Ribeiro de Moura
  • 2004 Graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo

Pesquisa em desenvolvimento

Natureza e Ontologia em Merleau-Ponty
Resumo: Aprofundando e desenvolvendo uma linha de estudo iniciada anteriormente, este projeto pretende dar continuidade a uma hipótese de trabalho que visa explicitar a presença de uma perspectiva ontológica constante ao longo de toda a filosofia de Merleau-Ponty. Concentrando-nos agora em sua noção de Natureza e no modo como ela retoma alguns conceitos centrais de sua obra, procuraremos mostrar não apenas a permanência dessa dimensão ontológica como eixo de um projeto que atravessa toda a reflexão do autor, mas também que um de seus núcleos principais está na afirmação de uma unidade primária entre o Ser e o Nada, reversibilidade não identitária que põe em suspenso os dualismos clássicos. Pretendemos, desse modo, evidenciar a posição original que Merleau-Ponty assume no debate filosófico de sua época, sustentando uma leitura diversa daquela mais difundida entre seus estudiosos.